Fãs do mundo inteiro ficaram atentos para a assistir ao show ao vivo do SuperM neste domingo (26 de abril). Com mais de 75,000 telespectadores pagantes, assim, se tornando o primeiro evento da série de shows de kpop transmitidos ao vivo pela internet.

A companhia sul-coreana SM Entertainment e a empresa gigante de comunicação Naver uniram-se para apresentar o Beyond Live, serviço de streaming de shows, no início do mês. O evento de domingo, que ocorreu às 15:00 no horário coreano ou 02:00 da manhã no horário da costa leste dos Estados Unidos, foi o primeiro da série de quatro shows, até o momento, já planejados para acontecer em abril e maio. Essa é uma alternativa à tradicionais transmissões, em contraponto à disseminação global do coronavírus e que leva muitas regiões do planeta ao distanciamento social.

 

 

Com mais de 75,000 telespectadores pagantes de 109 países, o concerto inaugural do Beyond Live arrecadou mais de 2 milhões de dólares em ingressos on-line. O preço médio dos ingressos chegou, através do aplicativo V Live da Naver, em torno de 30 dólares e, além disso, pacotes ainda mais caros estavam disponíveis.

Em comparação ao show do SuperM de fevereiro, que aconteceu no The Forum na California, teve arrecadação bruta de 1 milhão de dólares em vendas de acordo com a classificação no Billboard’s Boxscore. O evento do grupo neste novo sistema de shows não só apresentou a lista de músicas já mostradas na turnê mundial, mas, os sete também tiveram a oportunidade de anunciar um novo álbum, o qual será lançado em breve.

Durante o show eles mostraram uma mistura de músicas novas e em primeira mão performances completas de faixas novas como “Tiger Inside”. Através do evento, que foi apresentado sem plateia por causa da pandemia de COVID-19, SuperM interagiu com os telespectadores de forma cibernética ao longo globo terrestre, conversou e respondeu perguntas do público, também membros do Red Velvet, que fizeram uma vídeo-chamada surpresa.

“Para a maioria dos grupos, show off-line são feitos com uma média de público de 10,000 pessoas. ” Afirmou a SM sobre o evento e “Contudo, Beyond Live abrangiu 75,000 pessoas ao redor do mundo assistindo em tempo real de uma só vez, aumentando a audiência em 7,5 vezes, se comparado com shows normais, demonstra um novo crescimento em potencial para o mercado de concertos. ”

Apesar de existir um grande potencial neste setor (eventos completamente digitais), devido especialmente a parada de eventos presenciais, o preço é um potencial desencorajador para a audiência. O público, que possui inúmeras alternativas de entretenimento gratuitas, principalmente aqueles globalmente enfrentando diretamente dificuldades por conta da COVID-19, são os mesmo que relatam perdas financeiras e, por isso, gerou debate entre os fãs o custo do ingresso para assistir virtualmente aos shows.

 

 

Com o intuito de evitar visualizações ilegais do concerto, a SM deixou um aviso antes do show sobre tomar atitudes legais sobre transmissão ilegal do evento. “Aqueles que ilegalmente transmitirem o evento podem receber medidas de direitos autorais.” Afirmou também a empresa na conta oficial do SuperM antes do show “Por favor, apreciem o show legalmente através de compra de ingressos.”

Enquanto mais de 75,000 telespectadores pagaram para ter acesso, é desconhecida a quantidade de pessoas assistindo por outras alternativas e se a plataforma tomará ações legais para evitar futuras reproduções piratas de show que estão por vir como WayV, NCT Dream, NCT 127, ou considerar oferecer descontos em decorrência das dificuldades financeiras que as pessoas estão enfrentando neste momento.

 

Fonte: Forbes
Tradução PT-BR: Ten Brazil – Não repostar

Categorias: Destaque


Sobre o Portal

Nome: Ten Brazil
Url: tenbrazil.com/
Status Ativo
Visitas:
Host: Host: Flaunt Network | DMCA | Privacy Policy

 

Somos um fã site não-oficial e sem fins lucrativos. Tais notícias, traduções, vídeos e imagens pertence ao site, a não ser que seja informado o contrário. Nós não reivindicamos direito de nenhuma foto em nossa galeria. As imagens pertencem aos seus respectivos donos e estão sendo usadas de acordo com a lei americana de Fair Use §107.